Shampoo AcquaFlora Equilíbrio Resíduos

image

Shampoo Acquaflora Equilíbrio Resíduos Sem Sal

Testado.

Comprei pra tirar a henna do cabelo. Depois de quase um mês de uso a henna ainda está lá. Amenizou bastante, mas ainda está lá.

Uso 2 ou 3 vezes na semana, às vezes mais. Sei que não é bom. O cabelo está mais ressecado do que deveria – mas menos do que poderia, já que rola um condicionador super hidratante e um leave in incrível pra reparar ressecamento. E sinto que limpa bem, tirando a pomada fortíssima que uso praticamente todos os dias pra deixar meu cabelo em pé.

Ele tem uma coisa que eu gosto muito: o cheiro. Menta, bem forte. E, se usado duas vezes seguidas, deixa o couro cabeludo refrescante a la pasta de dente. Bem diferente – e gostoso.

Se existem outros melhores eu ainda não sei, já que é meu primeiro shampoo anti-resíduo, mas achei esse muito bom. Valeu os R$ 24. ;)

Anúncios

O shampoo azul

Há uns dois meses meu marido Julio resolveu ficar loiro. Tipo Kátia Flávia, loraço belzebu. E ficou ótimo!

Aí, eu lendo sobre grisalhos, li que shampoos desamareladores são ótimos pra loir@s porque deixa o cabelo sem aquele amarelo-ovo que a tintura faz com o tempo. E obviamente é bom pra grisalh@s, pro cabelo ficar branco mesmo, sem amarelado.

PS rápido: meu vô usava sabão de coco, de lavar roupa, pra tirar o amarelado do cabelo.

Pois o shampoo, pro Julio, foi perfeito. A cor clareou e está ficando mais homogênea, mais próximo da cor de quando descoloriu.

Aí eu pensei: a henna tá acobreada, quase dourada. Se eu passar o shampoo ela vai acinzentar e vai começar a parecer mais grisalho.

Passei.

E meu cabelo escureceu. O acobreado ficou com cara de castanho. Por um lado foi bom, já que ficou mais bonito do que estava antes. Por outro, parece que regredi, que o shampoo azul tonalizou um pouco meu cabelo.

image

Acobreado ficou mais castanho com shampoo azul

Acho que o shampoo anti-resíduos vai acabar tirando tudo, o azul e a henna, mas por esse resultado eu não esperava.

Bom, fica a dica pra quem usa tonalizante castanho: shampoo desamarelador ajuda a prolongar o tempo pro próximo retoque. ;)

Tirando a henna

Não tá fácil.

Quando eu decidi usar henna pra substituir a tintura era pra ser mais natural, pra tentar não destruir tanto o cabelo. Falhei em não procurar informação. Tingimento é tingimento. Ponto. Não importa se com henna, tonalizante ou tintura, não vai sair do cabelo fácil. Aí só papel crepon. A he nna sai mais fácil que o tonalizante que sai sai mais fácil que a tintura, que só sai com decapagem. Ou seja, no fim das contas eu ter passado henna foi a melhor coisa pra essa transição, porque ela vai sair mais fácil do que as outras tinturas. Mas PELAMOR, ainda assim não sai!

bicarbonato_de_sodio

Bicarbonato de sódio: o pózinho que faz quase tudo, segundo o mundo da intenet.

Essa semana li na internet que lavar o cabelo com shampoo misturado com bicarbonato de sódio era uma espécie de shampoo antirresíduos caseiro. Tentei. O cabelo ficou bem mais limpo mesmo, deu pra sentir uma boa diferença. Mas é sódio, ou seja, sal. E todo mundo já sabe que excesso de sal não faz bem pro cabelo. E a henna mesmo continuou ali.

Aí ontem eu comprei um shampoo antirresíduos: AcquaFlora Equilíbrio Resíduos (sem sal).

A vendedora disse que ajudaria se eu passasse o shampoo duas vezes seguidas, mas não recomendou usar com muita frequência porque “engrossa o cabelo” (!?). E assim eu fiz. Lavei ontem em duas etapas. E hoje, no sol, já senti o avermelhado da henna mais fraco. Ainda tá longe de sair, mas já é um avanço. A história de engrossar eu acho que é porque o cabelo fica

Shampoo Acquaflora Equilíbrio Resíduos Sem Sal

Shampoo Acquaflora Equilíbrio Resíduos Sem Sal

mais áspero, já que você tira a oleosidade natural dos fios quando lava profundo. Apesar de ter usado um dia só, como eu já tinha lavado com o bicarbonato de sódio, consigo sentir essa diferença nos fios, mesmo usando um condicionador forte e RD Protein Cream depois. Mas nada grave.

Vou continuar usando e depois conto em quantas lavagens com ele foi preciso para a henna sumir.

Atualização:

Nem bicarbonato nem shampoo anti-resíduos. A henna não saiu com nada, só com corte. Então, amore, se você está pensando em passar henna nos cabelos porque “é melhor que tintura e sai mais rápido”, esqueça. É balela. A henna desbota mas não sai. :|

Grisalhas cada vez mais jovens

Sarah Harris

Sarah Harris, editora de moda da Vogue UK, com suas madeixas prateadas aos 31.

Li uma matéria muito boa sobre como as mulheres estão ficando grisalhas cada vez mais jovens. Os cientistas dizem que o stress deve estar relacionado, já que aparentemente ele afeta nosso DNA, mas a herança genética tem muita influência também.

A editora de moda da revista Vogue inglesa, Sarah Harris, tem o mesmo histórico que eu: começou a ter cabelos brancos aos 16 anos e agora, aos 31 (eu já com 32) está grisalha – ou com cabelo prateado, como ela prefere dizer. Nós duas temos mães que ficaram grisalhas também muito cedo. Minha mãe teve seus primeiros cabelos brancos aos 13 anos e desde que me lembro ela tinge o cabelo. Hoje, com 54, ela deve ter a cabeça toda branca mas não temos certeza porque se tem uma coisa que ela não vai fazer é parar de usar tintura.

O que faz com que a herança genética se manifeste em mim e não em minha irmã, 2 anos mais velha e com praticamente nenhum cabelo branco, eu não sei. Mas se tenho meus cabelos brancos desde os 16 anos é porque a causa não deve ser só o stress.

Um dia os cientistas vão descobrir esses mistérios – se já não descobriram e escondem para que bilhões de mulheres no mundo não deixem de comprar tinturas.

E a matéria está aqui: Why are today’s women going grey at 25?

A menina de cabelos brancos

IMG_1070~1   IMG_1069~1   IMG_1102~1   IMG_1083~1

Assim estou eu. La jeune fille aux cheveux blancs. Esse é meu cabelo neste momento.

Minha última “intervenção colorística” faz mais ou menos um mês. Foi com henna, pela primeira vez na vida. Achei que pudesse ser menos agressiva para meu cabelo mas acabei tendo uma certa reação negativa, com couro cabeludo bem vermelho e algumas bolinhas (mas passou rápido).

Como dá pra ver, tou com a raiz branca, o comprimento avermelhado da henna desbotada e as pontas castanho-escuras, quase pretas da tintura anterior. Devo ter usado tintura por uns 4 anos, o que já é mais do que suficiente pra manchar bem o cabelo, por isso resolvi tentar a henna. Só que pros meus cabelos brancos com pontas pretas a henna foi um verdadeiro desastre, passando longe de cobrir a raiz.

Essa história da henna foi um empurrão pra eu começar o Projeto Gris. Já tava pensando nisso fazia um tempo mas, com tinta preta no cabelo é meio desestimulante começar por causa do choque visual. Toda vez que eu espaçava um pouco mais o retoque da raiz acabava parecendo uma velha, de tão alto contraste que é cabelo preto e raiz branca. E também eu tava de cabelos compridos, então sempre pensava que ia demorar uma eternidade pra fazer a mudança.

Há uns dois meses eu resolvi cortar o cabelo. E neste último mês, com tudo isso, decidi pela experiência.

Vou dizer que não é fácil o processo. Dá ansiedade, vontade de que o resto da henna e da tinta sumam de vez e eu possa ver como vou ficar grisalha. Mas o cabelo curtinho ajuda, porque disfarça mais esse degradê de transição e vai completar o processo mais rápido.

O próximo passo é tentar adiantar a retirada da henna pra me tornar realmente a “menina de cabelos brancos”.

Cuma?

Lis GrisSou de 1982. Canceriana. Nasci no dia 08 de julho, o que significa que estou a três dias de completar 32 anos. E tenho MUITOS cabelos brancos.

Comecei a ter cabelos brancos com 16 anos. Até que não foi tão ruim, já que minha mãe começou com 13. Mas eram poucos, eu era adolescente e não dei muita bola pra isso. Só que o tempo foi passando e os branco foram brotando, cada vez mais. E nos últimos 10 anos o processo acelerou.

Tingir cabelo entrou na minha vida ainda adolescente. Lembro que com 14 anos usei tonalizante acaju nos meus cabelos tigelinha. Depois fiquei épocas com, épocas sem, mas a partir de um momento – acho que foi dos 20 anos, não me lembro – não deu mais pra ficar sem. O tonalizante passou a fazer parte do meu cotidiano, geralmente em castanho escuro ou preto. E nos últimos 4 ou 5 anos o tonalizante ficou fraco pra tanto cabelo branco e tive que entrar no mundo da tintura.

Nunca tingi cabelo em salão. Mentira. Tingi uma única vez, em 2006, meio sem querer. Fui a um salão estimulada pelo marido e eles acabaram nos convencendo a fazer o tonalizante lá. R$400 mais pobre, entendi que tingir cabelo em salão, pra quem é grisalh@, é prejuízo certo. Então nunca mais. E quando precisei passar para a tintura, procurei na farmácia a que fosse mais prática de passar e resolvi sozinha.

Só que nos últimos tempos comecei a perceber que eu tava deixando algumas mechas brancas sem tinta, sem querer. Especialmente na costeleta, o que não é bem conveniente quando seu cabelo está castanho escuro quase preto. E aí, xuxu, tem 2 opções: ou peço pra alguém tingir pra mim (em casa ou no $alão) ou assumo que vou fazer 32 anos e estou completamente grisalha.

Cabelo cresce.

Mas o que eu mais tenho ouvido – de todo mundo, sem exceção – é: MAS VOCÊ É MUITO NOVA PRA DEIXAR O CABELO BRANCO!

Cuma?

Eu não posso evitar ter cabelo branco. Eu tenho. Eles nascem sem eu pedir. Por que é que eu tenho que fingir que isso não acontece?

Argumentos pró-tintura não faltam:

  • Você é muito nova pra assumir os brancos.
  • Cabelo grisalho envelhece.
  • Cabelo grisalho é feio.
  • Cabelo grisalho não é sexy.

Respostas pra esses argumentos são simples:

  • Se eu tenho cabelo grisalho naturalmente, não posso ser muito nova pra tê-los.
  • Depende. Se eu me largar e me vestir como uma velhinha à moda antiga, talvez. Mas essa não sou eu.
  • Isso é de gosto. E é cultural. Fomos condicionados a achar feio. Mas tatuagem também era feio e hoje todo mundo tem.
  • Homens grisalhos podem ser sexy e mulheres não? Bom, vide a resposta acima.

Então eu sou grisalha. Mas não sei como meu cabelo é de verdade porque faz tanto tempo que eu tinjo que não tenho como saber. Por isso o Projeto Gris. É um experimento. Pra saber COMO EU SOU. Naturalmente. Sem química.

Se eu vou gostar ou não, não sei. Se vou manter? Sei lá. Mas por que não tentar? É só cabelo. Qualquer coisa, em 40 minutos ele está preto de novo. ;)